segunda-feira, 25 de maio de 2009

Intregración latinoamericana

Belas notícias apontam pelas bordas de cá e de lá. No que depender de Rodrigo Maceira e Juan Trasmonte, nosso continente vai virar uma imensa pangéia outra vez. O primeiro é paulistano, publicitário, e habitual garimpeiro da música independente latino-americana. O segundo é um carioca torto, nascido em Buenos Aires que, entre outras coisas já produziu um documentário sobre o samba. São dois agitadores culturais de fina estirpe que promovem, cada um à sua maneira, uma espécie de intercâmbio entre vizinhos que mal se conhecem.

À frente do selo multicultural Si no Puedo Bailar No Es Mi Revolución, pelo qual lançou em dois anos duas coletâneas com novas bandas independentes de toda a América Latina, Maceira está lançando a revista colaborativa Cuadernos Cecilia. Por enquanto, é apenas virtual, mas pelo capricho nas fotos e desenho gráfico, merece edição impressa. São várias as referências literárias, algo de cinema e muita música, tudo isso entre crônicas e entrevistas num tom bastante "pessoal". Há textos em português e espanhol. Clique lá e deguste com seus próprios olhos.

Trasmonte, por sua vez, anda vibrando de felicidade pelas ondas do rádio. Ele é produtor e programador musical do Club Brasil, programa de 120 minutos que vai ao ar pela FM Blue, todo sábado, às 20 horas. É a primeira vez que uma grande rádio argentina abre espaço exclusivo à música do nosso país varonil. Pelo gosto do Juan, percebe-se que a coisa é boa. Quem quiser dar uma olhada com os ouvidos pode ouvir o programa em tempo real pelo site da rádio, basta clicar aqui. E se não gostar, vá catar coquinhos com o Caetano Veloso [ok, o Juan adora!].

2 comentários:

marcela disse...

Oi, o programa de radio vai ao ar pela FM Blue, todo sábado, às 20 horas até as 22 horas. Beijos.
M

R. D´Elia disse...

Registrada a correção, Marcela!