sábado, 4 de agosto de 2007

Além das nuvens

Num café parisiense um homem (Peter Weller) e uma mulher (Chiara Caselli), desconhecidos, sentam-se em mesas separadas. Nas mãos dele um jornal. Nas dela, uma revista. Minutos depois, ela se levanta e pede a ele para sentar à sua mesa. Perplexo e surpreso, o homem deixa-se acompanhar.

Mulher: Nessa revista, li uma coisa magnífica, e preciso compartilhar isso com alguém. Você é daqui?
Homem:Não, sou de Nova Iorque, mas moro aqui. E você?
Mulher: Sou italiana. Mas então, posso dizer?
Homem:- Sim, "sou todo ouvidos". É assim que se diz? (referindo-se à expressão idiomática).
Mulher: Sim...

(Silêncio).

Mulher: No México, cientistas contrataram carregadores para levá-los ao cume da montanha de uma cidade inca. A certa altura, os carrgadores não quiseram mais prosseguir. Os cientistas, irritados, não sabiam como fazê-los seguirem. Não entendiam o porquê de uma parada tão prolongada. Após algumas horas eles se puseram novamente em marcha. E por fim, o chefe dos carregadores ofereceu uma explicação.

Homem: O que se passou?
Mulher: Vejo que lhe interessa...
Homem: (sorrindo) Agora, muito

Mulher: Ele disse que haviam corrido muito e que por isso precisavam esperar suas almas.
Homem: As almas?

(Pausa)

Mulher:(sorri)É magnífico porque também corremos atrás de nossas coisas,e perdemos nossas almas. Devíamos esperar.

Homem: Para fazer o quê?
Mulher:(pausa) Tudo o que nos parece ínútil.

(Fade out).




*Em "Além das Núvens", de Michelangelo Antonioni e Wim Wenders(1995)

**Não se trata da reprodução fiel do roteiro, mas de uma breve descrição da cena e transcrição do diálogo, de acordo com as legendas em Português.

5 comentários:

Maria disse...

Gostei. Muito bom, preciso assistir mais filmes, se não é a transcrição exata, devo dizer que vc mandou muito bem na síntese. Tem alma!

Aline disse...

não posta mais no blog é?

ahh esqueci,agora vc é uma moça muito ocupada =P

beijo

Junior disse...

Genial, só isso.

Roderick Usher disse...

Vampiro do Carl Dreyer já tinha algo nesse sentido.

Renata D´Elia disse...

Verdade (Casa de) Usher, verdade.