terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Das cenas cotidianas

Certa noite de verão, no Jaçanã, havia a sombra de um sapateiro martelando solas, um casal de velhinhos descascando laranjas em frente ao portão, um homem bêbado soluçando pelas calçadas, uma banda de metais ensaiando numa casa e cinco meninos-demônios pedalando bicicletas voadoras em frente à minha casa.
"Noite Estrelada", Van Gogh (Saint Remy, junho de 1889)

Um comentário:

***Fabio disse...

boa escolha da ilustração!
só mesmo uma pisciana pra transformar uma simples noite de verão em um quadro falado com tão lindas cores... e viva o Jaçanã!